domingo, 23 de setembro de 2018

Pesca fraca, comer bom.

Mais um post,
 desta feita, vai daqui uma ideia para aqueles dias ruins, que não dá nada
e o que dá, são aqueles peixes que não procuramos e nem os queremos por vezes.
Pois não me lembro de verão com tão pouco sargo por aqui, apesar de ter feito poucas pescas boas nos últimos tempos, nunca tinha feito ilhadas sem sentir um único peixe, sim nem aquelas safias pequenas que chateiam tanto por vezes.
Mais um dia em que os sargos não entraram na maré a encher, mas pronto sempre se sentiam uns peixecos a roer, e quem me conhece, sabe que me alimento muito com aquilo que vou buscar ao mar, tentando manter uma alimentação saudável, equilibrada e com o mínimos de alimentos processados, se me faz bem, não sei, certamente com o passar dos anos vou ter a resposta, mas que me sinto bem fisicamente, sinto...
  

 
Neste dia difícil, comecei a pesca com dois sargos escapatórios, pensando que iria apanhar mais uns quantos, enganei-me por completo, vi que iria ser outra pesca sofrível, e comcei a aproveitar uns peixes que iam caindo e imaginando o que iria comer nos próximos dias.
 
 
Os sarguinhos foram logo para a grelha.
Aproveitei a pele do pampu e fiz umas botas para as pedras(ahahhaha, mentira claro)
Bem esfolado e bem temperado, vai ao forno bem regado e faz-se uma refeição de luxo, a acompanhar um tinto.
 
 
 
 
O peixe de raça vermelha e as safias, às postinhas com um arrozinho malandro e uma boa salada de tomate com uma sangria fiz mais uma refeição excelente.
 
 
Uma pesca que parecia fraca, deu para comer que nem um rei, para mim claro, há muita gente que não gosta destes petiscos, de realçar que daqui só comprei mesmo o arroz e o pão, pois os legumes são moeda de troca por peixe, tenho a sorte de o meu vizinho ter uma horta e ele tem sorte de ter um vizinho pescador, ahahahahah.
Acabo o post com a imagem de umas das praias que mais gosto.
 
 
 


10 comentários:

  1. Comé amigo tudo bem!
    Epa um gajo abre um post teu fica logo com fome :)) Muito bom, é um prazer fazer uma alimentação assim, de boa qualidade e de baixo custo ou apanhada por nós e com um vizinho desses melhor ainda hehehehe... Já falamos bastante sobre isso "auto-sustentabilidade" e como sabes se eu pudesse vivia assim...
    Sentes-te bem pq és um moço novo, tás em forma, quando chegares à minha idade logo vês hahahhahaha

    Hahahahaha vou fazer umas botas dessas de pele de pexe-porco pa levar pós laredos :))
    Grande post amigo, com petiscos de deixar agua na boca e com umas boas fotos, parabéns, pois a pesca e os blogues não é só carradas de peixe e grandes exemplares...

    Por aqui a saga do calor continua, estes dias tem sido demais, 31º de dia e 26º à noite, não há cerveja que mate esta sede e a pesca lá vai ficando adiada outro ano consecutivo por causa do calor..... Se vivesse perto dos pesqueiros era uma coisa mas assim para mim é um martírio como tu sabes...
    A ver se faço praí um post de petiscos porque daqui nada já não sei mexer no blogue :)

    Grande abraço e força aí...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rei da safata.
      Eheheheh, tu já viste como eu sou na cozinha, grandes refeições sem custo algum, faço o máximo que consigo, claro que por vezes é impossível, pois já falamos sobre a autossustentabilidade :)
      Porra tu és mais novo que eu, ehehehehhe.

      Amigo sabes bem que eu não procuro trofeus na pesca, se vierem melhor, mas sim peixe para eu comer, vem logo em 1º lugar;)
      Faz ai um post com o Capitão sobre safatas, lol, ou então como iscar para as safatas, eheheheheheh.
      Força ai amigo grande abraço.

      Eliminar
  2. Boas Jony,
    Tal é a escassez de peixe que nem a Pixa-de-Rei escapou!!! LOOOL
    No outro dia fiz a enchente toda ilhado e também não senti um toque tão pouco! Um pescador dizia que o peixe tinha ido de férias pa Marrocos LOL
    Belos petiscos e boas fotos com já vem sendo hábito ; )

    Saúde, da boa! ; ))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Palinho marafade:)
      Eheheheh, pixa é rei nos Açores, eheheheheh
      Pois falando com o Muralhas lá para cima está igual.
      É geral, olha que tu também tens jeito para a cozinha;)

      Saudinha um abraço.

      Eliminar
  3. Mékié João!
    Não é preciso uma caixa cheia de sargos kileiros ou uns compridos acima de kg para fazer um relato à maneira!
    Já deu umas refeições de luxo.
    Quando esses porcos estiverem por aí em força, nós atacamos o teu quintal como da última vez, hehehe....
    Por cá também tem estado muito sofrível. Vamos lá ver se o Outubro entra escama em força ;)
    Grande e forte abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Chico.
      Podes crer, precisava era de umas navalheiras dessas ai dos teus pestiscos para varear na ementa.lol.
      Tu e o Muralhas são muito fortes nos porcos ;)
      És sempre bem vindo;)
      Estou com fé nos próximos meses, o ano passado foi a minha melhor época do ano.
      Forte abraço.

      Eliminar
  4. Boas João,
    Esta ano só fiz 3 ilhadas e qual delas a pior... Tudo sofrível do principio ao fim... Não sei que se passa, mas quando eles encostarem, acho que vais ter que vir 3 vezes a terra... lol
    Ainda à pouco tempo como viste o que me safou foi a noite, se tivesse ido só de dia... uiiiii... Grande estafa que tinha apanhado... lol
    Mesmo assim petisco não faltou. Gosto muito de peixe porco faz cá uns filetes!

    Forte Abraço e aperta com eles

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Manel.
      Não me lembro de tão pouco peixe em lhas, nem aqueles sargotes de devolução há.
      Eu mesmo com pouco peixe só ataco de noite com 0 graus , eheheheheh...
      Podes crer peixe porco é um luxo, para alguns eheheheh
      Forte abraço e força ai:)

      Eliminar
  5. Pescador é bom garfo, assim está bem. Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Peixinho é prato do dia aqui em casa Nuno, eheheheheh.
      Mas agora é marinharia em 1º lugar, para depois atacar nos robalões em Dezembro;)
      Abraço.

      Eliminar